SODIPROM no Peekaboo

02/09/2018

Os jovens adolescentes usuários do curso de formação básica e concomitante da SODIPROM Camp Diadema, no dia 30 de agosto, graças à gentil oferta de convites feita pela consultora Sandra Mimoto Torres, proprietária da empresa Ampliart Difusão Cultural, assistiram no Theatro São Pedro à São Paulo Companhia de Dança que apresentou o espetáculo de dança Peekaboo.

A estreia de Peekaboo aconteceu em abril de 2013 em Wolfsburg, Alemanha num importante festival chamado Movimentos, de que a SPCD participou. Eles são coprodutores da obra.

Pelo padrão internacional, um coreógrafo leva em média cinco semanas para montar uma coreografia. Nesse balé, o autor Goecke foi mais rápido: Peekaboo demorou três semanas para ficar pronta.

Esta é a segunda obra de Marco Goecke dançada pela São Paulo Companhia de Dança. A primeira foi a remontagem de Supernova (2005) que a companhia estreou em 2010.

A São Paulo Companhia de Dança, é uma companhia que dança de ponta a ponta, seja pelo variado repertório, que vai dos clássicos ao contemporâneo; seja pela diversidade dos programas que abrangem produção artística e circulação de espetáculos; programas educativos e de formação de plateia; e programas de registro e memória da dança. A SPCD dirigida por Inês Borgéa, busca uma conexão com a plateia pela paixão, curiosidade e percepção do mundo da dança em movimento. Desde que foi criado produziu 25 coreografias, realizou mais de 340 espetáculos e foi vista por 320 mil pessoas. A SPCD também produziu mais de 30 documentários sobre dança e publicou quatro livros de ensaios.

Assistiram ao evento 41 jovens adolescentes que são usuários dos serviços da SODIPROM Camp Diadema, além da coordenadora social Marlene, do psicólogo Luiz Nelson e dos monitores Gilmar e Carlos Eduardo.

Foi uma tarde prazerosa e inesquecível para todos que tiveram o privilégio de poder assistir a tão bonito espetáculo.

Abaixo imagens da turma representante da SODIPROM Camp Diadema.