Setembro Amarelo Mês da Prevenção do Suicídio

16/10/2018

Por: Alessandra Melo Rocha

O suicídio aumentou gradativamente no Brasil entre 2000 e 2016, foi de 6.780 para 11.736, uma alta de 73% nesse período. As maiores taxas de crescimento foram registradas entre jovens e idosos, de acordo com o Ministério da Saúde.

Com o intuito de prevenir os suicídios entre os adolescentes, realizamos na Oficina do Saber um dia para conscientização e estudos sobre o tema Setembro Amarelo que é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015. É uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida, do Conselho Federal de Medicina e da Associação Brasileira de Psiquiatria.

Realizamos em dois períodos nas oficinas do SCFV - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vinculo na Região Sul Inamar e Eldorado contamos com a participação da psicóloga Priscila Barbosa do Creas - Centro de Referência de Assistência Social de Diadema, onde abordou o tema através de vídeos, roda de conversa e atividades lúdicas, que fizeram com que cada adolescente pudesse refletir sobre as causas, frustrações e o tratamento para a pessoa em estágio de depressão e no período da tarde na Região Centro contamos com a psicóloga Flávia de Almeida Prado Cézari, também do CREAS.

"O suicídio tem sido a segunda maior causa de morte entre os jovens, algo não está bem, isso nos denuncia uma juventude doente e sem esperanças. Mas como prevenir? Falando sobre a vida e ouvindo esses adolescentes, sem julgamentos, sem culpabilização, dando voz à dor de maneira adequada, orientando-os. Eles não querem morrer, querem parar de sofrer. Cabe a nós pensarmos em estratégias para que eles entendam que a morte não é uma alternativa e que não estão sozinhos. Atividades como essas com roda de conversa, reflexões, dinâmicas e trocas de experiências podem oferecer outros caminhos. Como prevenimos o suicídio? Em espaços como esse, falando da vida". Psicóloga Priscila Barbosa do Creas - Centro de Referência de Assistência Social de Diadema.

Saiba mais  clicando aqui